4 suplementos importantes para o bem-estar das mulheres

Suplemento_bem-estar_mulher

Por Nature’s Bounty

Cuidar da saúde é essencial para se sentir mais bonita e bem-disposta. Pequenas mudanças nos hábitos diários podem fazer toda diferença. Beber mais água, praticar atividade física, manter uma dieta equilibrada e aumentar a ingestão de alguns nutrientes através de suplementos são apenas alguns exemplos de atitudes importantes para a saúde e bem-estar. A nutricionista Bruna Bellusci destaca alguns nutrientes que podem ser aliados principalmente das mulheres que buscam melhorar sua qualidade de vida.



COLÁGENO HIDROLISADO 1,2

O colágeno é uma proteína produzida pelo corpo, essencial para a saúde e para a beleza. Porém, com o avanço da idade o organismo diminui sua produção, gerando a necessidade de obtê-lo por meio de suplementos. Os principais benefícios da ingestão de colágeno hidrolisado comprovados pela ciência são a melhoria da firmeza da pele, proteção dos danos das articulações, tratamento da osteoporose e prevenção do envelhecimento. A pele é uma barreira que protege o corpo das ameaças do meio ambiente. Por isso, mantê-la saudável é essencial para o bem-estar, além de fazer com que você se sinta mais bonita e bem com você mesma.

COENZIMA Q-10 3,4,5,6

Nunca ouviu falar desse nutriente? Então, preste atenção nessa dica! A Coenzima Q-10 é um excelente antioxidante, ou seja, ajuda a evitar a formação de radicais livres, que são substâncias prejudiciais que favorecem o envelhecimento das células e o aparecimento de algumas doenças. Além disso, esse nutriente tem relação com a disposição, pois tem papel importante na produção de energia pelo nosso corpo.

ÓLEO DE PEIXE, LINHAÇA e BORRAGEM 3,7,8,9

A combinação desses óleos pode ser muito interessante para amenizar os sintomas da TPM e menopausa, melhorando a qualidade de vida da mulher. A ação anti-inflamatória do ômega 3 colabora de forma positiva sobre os sintomas físicos e psiquiátricos relacionados à TPM. A linhaça e a borragem contêm compostos fenólicos, conhecidos pela sua atividade antioxidante, além de terem em sua composição o ácido gama-linolênico, que ajuda a atenuar o ganho de gordura corporal, comum entre as mulheres na menopausa.

CÁLCIO + VITAMINA D 10,11 ,12,13

Esses dois nutrientes são essenciais para a saúde dos ossos. Obtido através da dieta, o cálcio é o mineral presente em maior quantidade no corpo humano e é fundamental principalmente para a saúde dos ossos e dentes. Já a vitamina D, tem papel importante na absorção do cálcio pelo organismo e sua principal fonte é a produção pelo nosso próprio corpo. Estima-se que 80% a 90% dessa vitamina seja produzida quando a pele é exposta à luz solar e o restante consumido através da dieta. Mesmo assim, a deficiência de vitamina D é altamente prevalente no mundo todo, aumentando o risco de desenvolvimento de diversos problemas de saúde, como a osteoporose.

A diminuição da oferta de cálcio está associada à redução da massa óssea e, consequentemente, ao surgimento da osteoporose que, com o avanço da idade, se torna mais comum principalmente entre as mulheres. Uma opção interessante para reduzir a insuficiência de cálcio e vitamina D é por meio de suplementos, sendo uma abordagem eficaz e segura de prevenção de fraturas.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  • Silva TF, Penna ALB. Colágeno: Características químicas e propriedades funcionais. Rev Inst Adolfo Lutz. São Paulo, 2012; 71(3):530-9.
  • Zague V, Freitas V, Rosa MC, Castro GA, Jaeger RG, Machado-Santelli GM. Collagen hydrolysate intake increases skin collagen expression and suppresses matrix metalloproteinase 2 activity. J Med Food. 2011; 14(6):618-24.
  • Paschoal V, Marques N, Sant’Anna V. Nutrição Clínica Funcional: Suplementação Nutricional (Volume II). São Paulo. Valéria Paschoal Editora. 2015.
  • Potgieter M, Pretorius E, Pepper MS. Primary and scondary coenzyme Q-10 deficiency: the role of therapeutic supplementation. Nutr Rev. 2013 Mar; 71(3):180-8. doi: 10.1111/nure.12011. Epub 2013 Jan 30.
  • Sahade V, Montera VSP. Tratamento nutricional em pacientes com insuficiência cardíaca. Rev. Nutr., Campinas, 22(3):399-408, maio/jun., 2009.
  • Alehagena U, Aasethb J. Selenium and coenzyme Q10 interrelationship in cardiovascular diseases – A clinician’s point of view. J Trace Elem Med Biol. 2015 Jul;31:157-62. doi: 10.1016/j.jtemb.2014.11.006. Epub 2014 Nov 27.
  • Barroso AKM, Torres AG, Castelo-Branco VN, Ferreira A, Finotelli PV, Freitas PS, Rocha-Leão MHM. Linhaça marrom e dourada: propriedades químicas e funcionaisdas sementes e dos óleos prensados a frio. Ciência Rural, Santa Maria, v.44, n.1, p.181-187, jan, 2014.
  • Galvão EL, Silva DCF , Silva JO , Moreira AVB , EMBD Sousa. Avaliação do potencial antioxidante e extração subcrítica do óleo de linhaça. Ciência e Tecnologia Alimentos, v.28, n.3, p.551-557, 2008.
  • Sohrabi N, Kashanian M, Ghafoori SS, Malakouti SK. Evaluation of the effect of omega-3 fatty acid in the treatment of premenstrual syndrome: “a pilot tiral”. Complement Ther Med. 2013 Jun;21(3):141-6.
  • Paschoal V, Marques N, Sant’Anna V. Nutrição Clínica Funcional: Suplementação Nutricional (Volume I). São Paulo. Valéria Paschoal Editora. 2013.
  • Kuriacose R, Olive KE. Vitamin d insufficiency/deficiency management. South Med J. 2014 Feb;107(2):66-70.
  • ILSI BRASIL. França NAG, Martini L. Funções plemanente reconhecidas de nutrientes: Cálcio. 2.ed. São Paulo. 2014.
  • ILSI BRASIL. Peters BSE, Martini LA. Funções plemanente reconhecidas de nutrientes: Vitamina D. 2.ed. São Paulo. 2014.



Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.