Alumínio nos alimentos é seguro?

panela_alumínio_capa
Ao escolher os utensílios da cozinha, muitas pessoas utilizam como critério o preço ou a durabilidade do produto, mas outros pontos também merecem atenção, como o material utilizado na fabricação do objeto. Nos casos de panelas e talheres de alumínio, por exemplo, será que algum resquício desse material é transmitido para o alimento e pode prejudicar à saúde? Confira:



Efeitos do alumínio no organismo

O alumínio é um elemento abundante na terra e segundo a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) a exposição a ele não causa efeitos nocivos à saúde. Pode ser encontrado de diversas formas – como hidróxido de alumínio, poeira de alumínio e óxido de alumínio – e é utilizado de diversas maneiras, como nas indústrias, na produção de utensílios de cozinha, no tratamento da água e até na alimentação humana. As pessoas podem “consumir” o alumínio através da ingestão de antiácidos e medicamentos que têm hidróxido de alumínio, alimentos, água potável e aditivos de alimentos que têm muita concentração desse elemento.
O corpo humano tem barreiras eficazes contra a absorção desse material pelo trato gastrointestinal, pulmões e pele, por isso ele é facilmente eliminado pelos rins. No entanto, quando absorvido é distribuído principalmente nos ossos, fígado e cérebro. Caso o nível de alumínio no sangue esteja muito alto, pode causar problemas como constipação intestinal, osteoporose, problemas de memória, dificuldade de aprendizado, dores de cabeça, comprometimento do sistema nervoso, Alzheimer, infertilidade, perturbações da palavra e até câncer.

É seguro embrulhar a comida em papel alumínio?

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o alumínio pode ser usado em alimentos, mas também pode ser substituído por outros materiais, como potes de vidro. Se for ao forno ou utilizado para embrulhar alimentos quentes, sugere-se o uso do papel manteiga, que não tem risco de contaminação.

Panela de alumínio faz mal à saúde?

Ao utilizar panelas de alumínio para preparar a refeição, certa quantidade é transmitida para os alimentos, mas essa quantidade depende de alguns fatores como o alimento que você está utilizando, o tempo de cozimento e o tempo de uso da panela. Quando preparados em panelas de alumínio, alimentos mais ácidos, como o tomate, podem absorver mais resíduos que o arroz, assim como alimentos gordurosos também possuem maior risco de contaminação. Por isso, sempre que possível prefira panelas de inox, vidro, cerâmica ou teflon, mas fique atento: caso risque a camada de teflon, está na hora de trocar de panela.



Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.