Benefícios da Granola


 

Granola

Atualizado em: 17/03/2020

A granola é um alimento delicioso e crocante que resulta da mistura de cereais, frutas secas, oleaginosas e sementes, podendo ser adicionado açúcar mascavo, outros tipos de açúcares ou ter a sua quantidade de açúcar reduzida e ser feita com adoçantes. Além disso, existem as versões salgadas, sem glúten, low carb, proteicas e 100% integral.

Muito versátil, pode ser utilizada por praticantes de atividade física no pré-treino, pessoas que buscam a perda de peso, aumento da sensação de saciedade ou uma alimentação saudável.

Conheça mais sobre a granola e como utilizá-la.

Benefícios da granola

  • É rica em fibras. Por isso, aumenta a saciedade, melhora o trânsito intestinal e pode ajudar no controle de colesterol e glicemia no sangue
  • É rica em fibras. Por isso, aumenta a saciedade, melhora o trânsito ino sangue
  • Fonte de vitaminas e minerais
  • Contém antioxidantes, que ajudam combater os radicais livres
  • Por ser fonte de carboidrato, fornece boa quantidade de energia
  • Pode auxiliar na saúde do coração e vasos sanguíneos devido à presença de fibras, antioxidantes e gorduras boas
  • Contém vitaminas do complexo B, que participam da formação da bainha de mielina do cérebro e ajuda o mesmo a utilizar energia para realizar as suas funções, contribuindo para a saúde mental e emocional
  • Versátil e prática, pode ser consumida com diferentes combinações, como frutas, iogurtes e até utilizada em receitas, como bolos.

Fazem parte dos seus ingredientes as oleaginosas (castanha do pará, nozes, amêndoas), que são fontes de ácidos graxos essenciais, as gorduras boas, que são importantes para a resposta anti-inflamatória do organismo

Como consumir a granola

Por ser muito versátil, a granola é servida como acompanhamento de outros alimentos, como leite, iogurte, açaí e frutas, que são consumidos, principalmente no café da manhã e nos lanches.

Pode ser utilizada também no preparo de bolos, tortas e sobremesas, para adicionar sabor e deixar essas receitas mais nutritivas.

Também é possível consumir a granola na composição de barras de cereais, sempre optando pelas versões mais saudáveis, adoçadas com mel, açúcar mascavo, açúcar de coco, xilitol ou estévia.

Fique atento nos ingredientes da granola

Existem vários tipos de granola com diferentes ingredientes, por isso, sempre que possível e para aproveitar melhor os benefícios, leia os ingredientes da embalagem e escolha a com menor quantidade de açúcar e maior quantidade de cereais integrais. Isso irá contribuir para menor carga glicêmica e maior concentração de nutrientes.

Escolha também a com menor quantidade de aditivos artificiais na sua composição, como os conservantes, aromatizantes e adoçantes artificiais.

Granola emagrece?

Nenhum alimento pode ser rotulado com o poder de emagrecer. A granola auxilia no processo de emagrecimento, por ser rica em fibras.

As fibras solúveis absorvem a água, formando um gel que se expande ao chegar no estômago. Por isso, retarda o esvaziamento gástrico, prolongando a sensação de saciedade e diminuindo a sensação de fome.

Por ser fonte de carboidratos e não possuir um baixo valor calórico, o seu consumo deve ser moderado, optando por versões mais naturais e com menos açúcar.

Quando adotado hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada e prática de exercícios físicos, a granola pode ajudar a emagrecer.

Onde comprar granola?

Aqui na Natue você pode comprar granola e também diversos alimentos funcionais! Granola, preço incrível aqui!

Você também pode criar a sua própria granola em casa com diversos alimentos nutritivos e sem aditivos artificiais.

Confira a nossa receita de granola caseira:

receita de granola caseira

Ingredientes

2 xícaras de flocos de milho sem açúcar;
2 xícaras de flocos de aveia;
2 ovos;
1 xícara de amêndoas torradas sem sal;
1 xícara de castanhas do pará picadas;
1 xícara de chips de coco ou coco ralado seco;
½ xícara de semente de abóbora;
½ xícara de uva passa;
½ xícara de cranberry seca;
½ xícara de nibs de cacau;
2 ½ colheres (sopa) de óleo de coco;
1 xícara de agave ou mel;
1 colher de chá de canela em pó.

MODO DE PREPARO

1 Adicione os flocos de milho, flocos de aveia, amêndoas torradas, castanha do pará, chips de coco, semente de abóbora, uva passa, cranberry seca e a canela numa vasilha e misture bem;
2 Adicione 2 colheres de sopa do óleo de coco e continue mexendo;
3 Adicione o agave ou mel e misture até ficar bem grudento;
4 Forre uma assadeira grande com papel manteiga e unte com o restante do óleo de coco;
5 Pré-aqueça o forno a 180°C;
6 Espalhe a granola uniformemente pela assadeira;
 7 Leve a granola ao forno por aproximadamente 30 minutos;
8 Retire do forno, espere esfriar e adicione o nibs de cacau;
9 Adicione num pote de vidro grande

Dicas:

  • O ideal é que a mistura fique bem grudenta antes de ir ao forno. Caso isso não aconteça, adicione mais agave ou mel.
  • Verifique sempre a granola no forno, tomando cuidado para não queimar o fundo.
  • Se quiser uma granola mais soltinha, espalhe bem os ingredientes pela assadeira.
  • Caso deseje uma granola com mais pedações crocantes, deixe os ingredientes mais juntos, nivelando e apertando na forma com a ajuda da espátula.
  • A granola dura em média, 2 semanas no pote bem fechado e longe da luz.
  • Se desejar uma granola sem glúten, troque os flocos de aveia por flocos de aveia sem glúten, flocos de amaranto ou flocos de quinoa.
  • O óleo de coco pode ser substituído por outro óleo vegetal de sua preferência.
  • Aproveite a variedade de oleaginosas, cereais e especiarias e dê o seu toque para a receita!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

—————————————————————————————————————————————–

Revisado por Priscila Boaventura: Nutricionista registrada (CRN-3 44332) especializada em Nutrição Clínica e Terapia Nutricional. Graduada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Pós-graduada pela Faculdade Método de São Paulo. Atualmente é responsável pelo conteúdo técnico dos sites Natue e Mundo Verde, em seu tempo livre, gosta de praticar artes marciais.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.