Conheça os alimentos funcionais

alimentos_funcionais_capa

Artigo de especialista – Rachel Rosina Zoccarato*

Alimentos funcionais são aqueles que além de nutrir o organismo, ainda têm a característica de tratar alguma doença específica ou prevenir a sua manifestação. Veja abaixo alguns exemplos:

Antocianina – Substância responsável pela coloração de frutas vermelhas, azuis e pretas (goji berry, mirlilo ou blue berry, framboesa ou raspberry, açaí, uvas, morango, jabuticaba e hibisco).

Resveratrol – Substância encontrada principalmente em uvas, mas também nas oleaginosas, como castanhas e nozes. É importante para reduzir riscos cardíacos, prevenindo a formação da placa de ateroma.

Alho – Fortalece o sistema imunológico, é considerado antifúngico e auxilia no controle da pressão arterial, contribuindo para o tratamento da hipertensão.

Orégano Também fortalece o sistema imunológico e é antifúngico.

Tomilho É digestivo e ajuda na eliminação de gases.

Gorduras insaturadas – Azeite extravirgem, abacate, oleaginosas (castanhas e nozes) e sementes (linhaça e chia) são importantes para reduzir o LDL (colesterol que se oxida facilmente) e aumentar o HDL (fração do colesterol que protege o coração e as artérias).

Licopeno – Presente em alimentos, como: tomate, melancia, pitanga, mamão, caqui. Esse carotenóide é importante para prevenção do câncer de próstata.

Fibras solúveis, como betaglucana (presente na aveia) e frutooligossacarídeo (presente na batata-doce e batata yacon) – Essas fibras reduzem a absorção do colesterol, auxiliando também a saúde cardiovacular e reduzindo a glicemia (açúcar no sangue que, quando em excesso, pode causar diabete). Além disso, quando essas fibras são fermentadas no intestino grosso, são produzidos os ácidos graxos de cadeia curta (os AGCCs), entre eles o butirato, que reduzem o risco de câncer de cólon.

Cacau Presente no chocolate amargo (acima de 70%). Atua na melhora da circulação, prevenindo trombos e coágulos. É importante para melhorar a performance física no exercício. Os polifenóis presentes no cacau ainda auxiliam na saúde cardiovascular, já os antioxidantes previnem doenças neurológicas, como o Alzheimer.

Melatonina – Importante para uma boa qualidade do sono, a melatonina está presente em boas concentrações na cereja.

*Rachel Rosina Zoccarato é formada em Nutrição pela Universidade Bandeirante de São Paulo e Pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional pelo Instituo de Ensino e Pesquisa Valéria Paschoal.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.