CrossFit: como potencializar o treino através da alimentação

crossfit_capa

Manter uma dieta equilibrada é fundamental para potencializar o treino, mas atividades específicas, como o CrossFit, exigem ainda mais cuidados com a alimentação.

Por ser um exercício de alta intensidade, o aporte energético adequado é essencial para prevenir lesões aos praticantes dessa modalidade. “O treinamento extenuante pode comprometer o sistema imunológico e provocar deficiências nutricionais, como das vitaminas do complexo B e D”, conta a nutricionista esportiva Tainá Carvalho.

Segundo a profissional, para manter o equilíbrio do organismo é importante consumir alimentos ricos em minerais. “O zinco serve como cofator na produção de uma enzima antioxidante que ajuda a combater os radicais livres produzidos durante o exercício; o selênio integra uma enzima antioxidante e também auxilia a reduzir o estresse oxidativo; já o magnésio contribui com o processo de produção de energia e o cromo otimiza o processo de absorção de glicose, a principal fonte de energia para o exercício físico”, diz.

Além disso, é preciso ficar atento a ingestão adequada dos chamados macronutrientes, como carboidratos, proteínas e lipídeos, para evitar a redução da performance e o catabolismo muscular. “Por exemplo, o consumo inadequado de carboidratos no período pré-treino pode comprometer a massa muscular, que pode ser utilizada como fonte de energia pelo organismo durante o treino. Já o consumo de proteína pós-treino pode comprometer o processo de recuperação muscular e interferir no desempenho nas sessões de treinamento subsequentes”, esclarece a nutricionista.

De acordo com Tainá, alguns suplementos também podem dar suporte aos praticantes de CrossFit – principalmente para atletas competitivos –, como whey protein, creatina, beta-alanina e suplementos pré-treino. No entanto, a suplementação sempre deve ser acompanhada por um profissional e estar associada a uma alimentação adequada para garantir um bom desempenho.

Micronutrientes importantes para a prática esportiva

Zinco: carne vermelha, peixe, semente de girassol e castanhas
Selênio: castanhas, peixes, frutos do mar e cereais integrais
Cromo: castanhas, peixes, frutos do mar, cereais integrais, vegetais verde-escuros e carnes
Magnésio: banana, espinafre, couve, feijão, lentilha, grão-de-bico, soja, cereais integrais, semente de girassol, gergelim e castanhas

E você, como busca potenciar o treino para melhorar seu desempenho? Conte para a gente nos comentários!



Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.