Dieta mediterrânea como prevenção do Alzheimer

Dieta mediterrânea como prevenção do Alzheimer

A dieta mediterrânea é baseada nos costumes dos países banhados pelo mar mediterrâneo. O cardápio se caracteriza por grande quantidade de frutas, hortaliças (verduras e legumes), cereais, leguminosas, oleaginosas (amêndoas e nozes), peixes, leite e derivados, vinho e principalmente azeite de oliva. Além disso, é conhecida por ser benéfica para a saúde cardíaca. Mas você sabia que a dieta vem sendo indicada como prevenção e tratamento do Alzheimer?

O que é Alzheimer?

O Alzheimer é caracterizado como uma causa comum de demência e causa uma série de distúrbios cerebrais que motiva a perda de habilidades intelectuais e sociais. Na doença as células cerebrais se degeneram e morrem, causando uma diminuição constante de memória e função mental.

Fatores de Risco para a doença Alzheimer:

  • Lembrando que para que a leucina tenha ações satisfatórias no nosso corpo, é fundamental manter uma alimentação saudável e a prática de atividade física, principalmente no processo de ganho muscular.

Dentre os fatores de risco estão:

  • Histórico familiar
  • Sedentarismo
  • Idade avançada

Hipertensão, Diabetes e Hipercolesterolemia são doenças consideradas fatores de risco que podem ser relacionadas com uma má alimentação, sendo assim é de grande importância a dieta mediterrânea como forma de prevenção para o desenvolvimento da doença.

Dieta do Mediterrâneo e Alzheimer

Uma alimentação com base nos princípios da Dieta Mediterrânea apresenta potencial protetor contra a doença, sendo que a evidência atual refere que adicionar esse padrão alimentar como estilo de vida, geram benefícios como:

  • Declínio cognitivo mais lento, tais como: perda de memória, falta de atenção e dificuldades relacionadas ao raciocínio lógico
  • Menor risco de progressão de estágios de pré-demência para demência
  • Diminuição do risco de progressão para Doença de Alzheimer.

Este padrão alimentar caracteriza-se pela presença de um conjunto de nutrientes como vitaminas do complexo B, além de fornecer antioxidantes e anti-inflamatórios, que trazem de forma geral benefícios para o cérebro e um potencial protetor contra a doença.

O que comer na Dieta do Mediterrâneo?

Gostou da ideia e não sabe por onde começar? Comece incluindo gorduras boas, frutas, vegetais, sementes e grãos integrais é uma ótima opção. Veja alimentos que podem garantir saúde às pessoas com Alzheimer, e prevenção da doença:

  • Azeite de oliva: Contribui para o controle do colesterol, possui a ação anti-inflamatória e antioxidante.
  • Nozes: Fonte de Proteínas, ômega-3, selênio poderosos anti-inflamatórios.
  • Peixes: Rico em proteínas, contribui para saúde cardiovascular, rico em ômega 3 que auxilia no bom funcionamento da memória.
  • Grãos Integrais: Fibras que auxiliam para o bom funcionamento do intestino.

Pronto! Agora você já sabe quais itens colocar na sua alimentação para auxiliar na prevenção e tratamento do Alzheimer. Para indicações específicas, respeitando as suas necessidades individuais, consulte o nutricionista e médico.

SHOPPING NATUE

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.