Feno grego: saiba o que é e quais são seus benefícios

Feno grego: saiba o que é e quais são seus benefícios

O que é Feno grego?

Também conhecido como Trigonella foenum graecum, alfarva ou alforva, o feno grego é uma planta que pertence à família das leguminosas e pode ser encontrada na Europa, África, e é altamente cultivada na Índia e Paquistão.

Seus efeitos benéficos foram descobertos há muito tempo, quando começou a ser usado como um fitoterápico para tratamento de diversas doenças, como por exemplo, o diabetes. Podem ser utilizadas suas folhas e sementes, na forma de chá, pó ou cápsulas.

Para que serve o Feno grego?

Os benefícios do feno grego são diversos e incluem ação anti-inflamatória, antioxidante, antisséptico, digestiva, estimulante, fortificante, laxante, usada para regular o ciclo menstrual, estimular a produção de leite materno, aliviar dores e tratamento de anemia, pressão alta e tem capacidade de auxiliar na redução da glicemia em pessoas diabéticas.

Sua principal substância ativa é a trigonellina, além de conter flavonoides, minerais como magnésio, cálcio e ferro e vitaminas A, D e do complexo B. É rica em fibras, proteínas e gorduras consideradas “boas” ao organismo.

Antioxidante

A ação antioxidante do feno grego se dá por conta da presença dos flavonoides em sua composição. Os flavonoides são capazes de diminuir os danos às células causados pelos radicais livres, auxiliando a retardar o envelhecimento e prevenir o aparecimento de doenças.

Digestivo

Por ser rico em fibras o feno grego diminui o tempo de trânsito gastrintestinal dos alimentos, o que favorece a digestão e aumenta a sensação de saciedade. Além disso, funciona como protetor já que possui substâncias, como as mucilagens, que são capazes de prevenir inflamações no sistema gastrintestinal.

Controla o colesterol

Estudos mostram que o feno grego tem capacidade de diminuir os níveis de colesterol total e triglicerídeos no sangue, além de aumentar o nível de colesterol considerado “bom” ao organismo.

Auxilia no diabetes

Uma das propriedades mais famosas do feno grego é a de auxiliar no controle do diabetes, diminuindo os níveis de glicose no sangue. Estudos mostram que ela é capaz de estimular a produção de insulina pelo pâncreas. A insulina é a responsável pela utilização de glicose no organismo, portanto, sua presença causa uma diminuição de sua quantidade no sangue.

Além disso, seu alto teor de fibras faz com que a digestão dos alimentos seja feita mais lentamente, diminuindo a absorção da glicose no sangue, o que também é benéfico para quem sofre com a diabetes.

A Organização Mundial da Saúde recomenda o uso dessa planta como um meio de tratamento de diabetes em locais pouco desenvolvidos onde não há acesso à assistência de saúde.

Ainda assim é necessária cautela ao se administrar feno grego para quem possui essa doença. O tratamento deve ser feito de forma lenta e com a recomendação adequada para que não cause um estado de hipoglicemia.

Aumenta a testosterona?

Muitos acreditam que o consumo de feno grego tem o poder de aumentar os níveis de testosterona em homens, mas, no entanto, ainda não há estudos que comprovem esse efeito no organismo.

Como consumir o Feno grego?

O feno grego está disponível em versões em pó, em cápsula, como medicamento manipulado e em sua forma natural, em sementes e folhas. As folhas e sementes podem ser consumidas como chá, o pó pode ser adicionado a receitas ou bebidas e a dosagem das cápsulas e manipulados varia de acordo com cada objetivo.

Como apresenta contraindicações e efeitos colaterais, deve ser consumido com cuidado. O ideal é consultar um médico ou nutricionista para recomendação adequada de acordo com as necessidades de cada um.

Efeitos colaterais

Apesar de se tratar de um composto natural, o uso deve ser feito com cautela, principalmente por quem faz uso de medicamentos e/o possui doenças específicas. Não deve ser utilizado por gestantes, pois pode causar anomalias no feto.

O consumo em excesso pode causar hipoglicemia, desconforto intestinal e reações alérgicas. Consulte um médico ou nutricionista antes de utilizar.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.