Ginseng: tudo sobre a raiz medicinal

Ginseng

O que é ginseng?

O ginseng (Panax ginseng), também conhecido como ginseng coreano, é a raiz de uma planta nativa da Ásia, muito utilizada pela medicina chinesa há milhares de anos devido aos diversos benefícios que pode proporcionar à saúde.



Benefícios do ginseng

O composto bioativo do ginseng é o ginsenosídeo e seus subtipos, cada um com atuação especifica no corpo, por isso, a raiz é indicada para diversos casos. Além disso, também oferece polissacarídeos, saponinas, flavonoides, óleos essenciais e vitaminas do complexo B.

Para que serve ginseng?

Importante base da medicina tradicional chinesa, o ginseng pode colaborar para diversas funções no organismo:

  • Fortalece o sistema imunológico
  • Diminui o cansaço físico e mental, pois estimula o sistema nervoso central
  • Colabora para minimizar sintomas da cefaleia e tonturas
  • Tem ação anti-inflamatória, podendo ser benéfico para a saúde cardiovascular
  • Possui atividade antioxidante, que combate os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce e maior risco para doenças, como o câncer e o Alzheimer
  • Regula a pressão arterial e diabetes
  • Atua como um estimulante sexual
  • Oferece propriedade antifúngica e antiviral pela presença das saponinas

Como consumir ginseng

O ginseng é encontrado em diversas formas: pó, extrato em cápsulas, decocto (para chás) e tintura (extração em forma líquida do produto). De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a dose recomendada da tintura é de 8 a 18mg por, no máximo, três meses. No entanto, a indicação do ginseng varia de acordo com as necessidades individuais de cada um, por isso, o ideal é ter a orientação de um médico ou nutricionista antes de consumir o ginseng.

Ginseng: contraindicações

O uso do ginseng é contraindicado para grávidas ou mulheres amamentando, pessoas com hipertensão, doenças do coração severas, quadros de hemorragia ou trombose coronária. O ginseng pode interagir com anticoagulantes e antidepressivos, por isso, pessoas que utilizam esse tipo de medicamento devem consultar um médico antes de consumir o ginseng.

Ginseng: efeitos colaterais

Doses excessivas ou o consumo prolongado do ginseng podem provocar alguns efeitos adversos, como distúrbios gastrointestinais, diarreia, insônia, ansiedade, hipertensão, euforia, nervosismo, erupção cutânea, edema e cefaleia. Dos efeitos adversos graves, já foram relatados casos de sangramento vaginal e mastalgia.

Adote essas dicas e viva de forma mais equilibrada e saudável! Para continuar acompanhando informações sobre alimentação saudável, atividade física e bem-estar, assine nossa newsletter e receba conteúdos em seu e-mail. Caso tenha dúvidas, deixe um comentário!



Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.