Desvendando o iogurte grego

Ele foi uma grande novidade no ano passado, e já foi incluído na alimentação de muita gente! Sabe de quem nós estamos falando? É dele mesmo, do iogurte grego! Esse tipo de iogurte chegou no Brasil e fez o maior sucesso por conta de sua consistência e sabor diferenciados. Mas será que ele é saudável? A nutricionista Carolina Arbache nos contou um pouco sobre esse iogurte e suas propriedades. Confira:

iogurte grego

1. O iogurte grego engorda mais que os outros?

Depende. O iogurte grego original (da Grécia) concentra mais proteína e tem baixo teor de gordura. Já os iogurtes grego comercializados no Brasil concentram grande quantidade de gordura e açúcar, não sendo interessantes para quem quer perder peso. No entanto, já existem algumas versões light que podem ser boas opções.

2. O iogurte grego é mais nutritivo que os demais?

Não.

3. É verdade que iogurte grego é fonte de proteínas?

Nem sempre! A receita original do iogurte grego é fonte de proteína sim, já que passa por um processo de filtragem que faz com que concentre maior quantidade de proteínas. Já as empresas brasileiras nem sempre seguem esta fórmula. É importante avaliar o rótulo de cada produto, pois temos alguns iogurtes do tipo grego que são ricos em proteína sim, mas não é a grande maioria.

4. Ele pode ser considerado mais saudável?

Infelizmente não. A maioria dos iogurtes gregos industrializados (brasileiros) é rica em gordura saturada, a gordura considerada ruim. Além disso, alguns deles contêm alta quantidade de açúcar ou adoçantes, além dos aditivos químicos. Melhor ficar com a versão do iogurte natural desnatado mesmo.

Bom, vimos que, apesar desses iogurtes serem uma delícia, eles não são muito nutritivos e saudáveis. O ideal é, então, consumirmos o iogurte grego com moderação e darmos preferência para o iogurte natural desnatado.

E você, o que acha do iogurte grego?



Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.