Nutrição Comportamental: relações com a comida

Nutrição Comportamental: relações com a comida

O que é nutrição comportamental?

A nutrição comportamental é uma abordagem recente do mundo da nutrição, e tem como objetivo mudar a visão do que é saudável e não é saudável, e indo além de alimentos “bons ou ruins”. Com isso promover a mudança de comportamento, hábitos alimentares e uma boa relação com a comida¹. Mas como isso é possível?

Nutrição x Alimentação

Nunca se ouviu falar tanto em nutrição e alimentação como atualmente. As informações estão mais acessíveis, e em grandes quantidades também, além de estarem em constantes mudanças. Porém ainda existe uma cultura e visão de alimentação “saudável” e “não saudável”, de alimentos “permitidos” e “não permitidos”.

Em muitas vezes o prazer em comer é negligenciado, associado à culpa ou até mesmo a métodos de compensação posteriormente. E este contexto não promove a mudança de comportamento nem torna as pessoas mais saudáveis.

Alimentação x Comportamento Alimentar

Comer vai além da ingestão de nutrientes, envolve diversos fatores, tais como:

  • Ambientais
  • Sociais
  • Econômicas
  • Culturais
  • Comportamentais

Este último está fortemente ligado ao que, como, com quem e porquê se come².

Todas essas questões devem ser levadas em consideração na hora da alimentação e na hora das escolhas alimentares. Isso impacta diretamente em nossos sentimentos, emoções e define qual a nossa relação com a comida.

Relação com a comida

Você já parou para pensar como é complexa a nossa relação com a comida? E ter uma boa relação também não parece nada fácil?

A insatisfação com a imagem corporal, o desejo de perder ou ganhar peso, a compulsão alimentar, a culpa após comer, os transtornos alimentares e obesidade são só alguns dos exemplos dessas relações.

Dietas

Dieta é o que não falta na internet e em sites por aí, e cada vez surgem mais, como as dietas restritivas com diversas promessas, porém sem evidências e embasamento científico, além de colocarem alimentos como “vilões” ou “milagrosos”. Este comportamento de se alimentar muda a sua relação com a comida e o seu jeito de se alimentar³.

Dessa forma, o prazer de comer não aparece e dá lugar a diversos problemas, deixando as relações com os alimentos e com a comida em geral desestruturada. O problema em si não é o alimento, mas sim a relação que se estabelece com ele.

Hábitos Alimentares e Alimentação Saudável

Em tempos em que os alimentos são divididos e a comida é vista como inimiga,  ter hábitos alimentares saudáveis e aprender a fazer boas escolhas dentre todas as opções, é muito importante. ³

Nutrição comportamental não quer dizer que você irá comer tudo e de tudo, e que não deve se preocupar e escolher qualquer coisa, pelo contrário.

Mas então o que de fato é a alimentação comportamental e como ela pode ajudar a melhorar nossa relação com a comida?

Nutrição comportamental

Nesta abordagem da nutrição, tudo é uma questão de equilíbrio. Promover uma maior participação do individuo e autonomia em suas escolhas alimentares, é comer de tudo em equilíbrio, nem de menos, nem de mais.

É entender os sinais do nosso corpo, reconhecer a fome e a saciedade, nossas emoções, e os sinais fisiológicos. É saber fazer boas escolhas alimentares de acordo com os alimentos disponíveis, sem restrição, e considerando o prazer em comer.

Resumindo, é saber ter uma alimentação equilibrada com alimentos in natura ou minimamente processados, com menor presença de alimentos ultraprocessados, tendo atenção ao comer, ao ambiente que se come, além do comer em companhia.

Referências:

¹ ALVARENGA, Marle. Nutrição Comportamental. 2019.

² BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira. 2° ed. Brasília. 2014. 156 p.

³ CASADEI, Gabriela. Entenda o que é nutrição comportamental e como funciona. 2017. NutriSoft Brazil.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.