Passiflora: conheça seus benefícios

Passiflora

Passiflora combate o estresse e ansiedade

A passiflora é originada do sul da América do Norte, seu uso é antigo e possui diversas propriedades benéficas para saúde.

Passiflora: o que é

Passiflora é o nome científico para a flor do maracujá, uma planta medicinal utilizada no tratamento de ansiedade e insônia. Embora existam diversas espécies, como a Passiflora edulis (maracujá azedo), Passiflora alata (maracujá doce) e Passiflora incarnata (maracujá), seus efeitos são os mesmos.

Passiflora: benefícios

A passiflora é indicada para o tratamento de quadros leves de ansiedade e insônia, pois possui ação calmante. Seus efeitos se devem a composição de flavonoides, como a crisina e a benzoflavona, que juntamente com outras substâncias, como alcaloides, promovem ações depressoras no sistema nervoso central (SNC), contribuindo para o efeito sedativo e tranquilizante.

Passiflora: emagrece mesmo?

A passiflora não atua diretamente na perda de peso, pois não influencia na queima de gordura ou inibe os centros da fome. Porém, devido sua ação ansiolítica e sedativa, pode diminuir o consumo alimentar, controlando a compulsão.

O alto nível de estresse estimula a liberação de um hormônio chamado cortisol, que em excesso, favorece o acúmulo de gordura, principalmente na região abdominal. Além disso, quem sofre com ansiedade ou estresse excessivo, pode elevar o consumo alimentar em situações adversas. Desta forma, o uso da passiflora pode ajudar a modular o estresse, contribuindo para o processo de emagrecimento, mas seu uso deve estar associado a uma dieta saudável e equilibrada, além da prática de exercícios físicos.

Passiflora: como utilizar

A passiflora pode ser consumida na forma de tintura, que deve ter prescrição, ou na forma de chás. Para preparar a infusão, basta aquecer 150ml de água até iniciar fervura (não deixar ferver) e adicionar 1 colher de sopa da erva seca. Tomar uma xícara de chá 1-2 vezes ao dia.

Passiflora: contraindicações

Mulheres grávidas, nutrizes e crianças menores de 12 anos devem consultar o médico antes de fazer o uso da passiflora. Não é indicado seu uso juntamente com medicamentos sedativos e depressores do sistema nervoso. O uso excessivo durante o dia pode causar sonolência.

Adote essas dicas e viva de forma mais equilibrada e saudável! Para continuar acompanhando informações sobre alimentação saudável, atividade física e bem-estar, assine nossa newsletter e receba conteúdos em seu e-mail. Caso tenha dúvidas, deixe um comentário!

SHOPPING NATUE

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.