Por que eu não emagreço? Entenda as possíveis causas

Por que eu não emagreço? Entenda as possíveis causas

Você tem percebido que todo o seu empenho na prática de exercícios diários e rotina de alimentação saudável, não estão lhe trazendo resultados no emagrecimento? Isso acontece muito, pode acreditar. Mas, o que poucas pessoas sabem é que a perda de peso e o emagrecimento também levam em consideração, outros fatores como: equilíbrio hormonal, saúde intestinal, sono, bom funcionamento da tireoide e também a ansiedade. 

Elencamos aqui algumas possíveis causas desta dificuldade com a perda de peso. Confira!

Consumo de calorias maior que o gasto calórico

Pode ser que mesmo fazendo exercícios físicos e se alimentando de maneira saudável, você não esteja gastando mais calorias do que têm consumido, ou seja, pode ser que tudo que consome em calorias está sendo equilibrado com a quantidade que têm gastado no exercício e aí a perda de peso não acontece. 

Para perder peso, a gente precisa gastar mais em calorias do que aquela quantidade que ingerimos

Esta proporção precisa ser feita por um nutricionista, por isso, a importância de sempre buscar um profissional para te avaliar de maneira individualizada;

Sono insuficiente

Você tem dormido de maneira suficiente e reparadora? Acredite, o sono precisa ser de qualidade porque segundo os estudos, quando dormimos mal, o nosso organismo tende a liberar uma quantidade menos do hormônio leptina que é controla a nossa sensação de fome. 

Portanto, dormir mal pode aumentar no dia seguinte a nossa fome e o desejo de comer, de maneira descontrolada e aumentar também a nossa ansiedade. 

Uma boa estratégia para estimular o sono é o preparo e consumo de chás calmantes como Melissa, Jasmin e Camomila.

Estresse

O estresse é outro ponto crucial quando o assunto é perda de peso. Quando estamos muito estressados, o nosso organismo tende a liberar em maior quantidade o hormônio cortisol que por sua vez, está relacionado com:

  • Aumento da deposição da gordura na região abdominal 
  • Inflamação no organismo
  • Redução da velocidade do metabolismo

O ideal é aprendermos a controlar o nosso estresse do dia a dia, não somente praticando atividade física, mas buscando atividades que nos tragam prazer, como ler, escrever, pintar e desenhar, ouvir música, cozinhar, viajar, por exemplo;

Dietas restritivas

Cortar todas as fontes de carboidratos da alimentação ou seguir dietas do tipo “low carb” e “cetogenica” sem orientação de um profissional, por exemplo, também te prejudica com a perda de peso. 

Isso acontece porque ao retirar o carboidrato, muitas vezes, as pessoas acabam adicionando fontes de gorduras e proteínas em excesso, não entendendo que estes alimentos em quantidades maiores do que o necessário, podem se acumular no tecido de gordura e levar ao ganho de peso ou prejudicar a perda. 

A alimentação variada em frutas, verduras e legumes são ótimas opções para a saúde. O ideal também é procurar auxílio de um nutricionista para realizar a devida avaliação e orientação de maneira individualizada;

Disbiose

A saúde intestinal é mandatória para todos os processos bioquímicos do nosso organismo e por isso, ela precisa estar em dia. 

Pessoas que sofrem com problemas intestinais estão mais propensas a ganhar peso e apresentar o metabolismo mais lento, também apresentam dificuldade na produção hormonal e até no equilíbrio e bom funcionamento destes hormônios. Um desequilíbrio no funcionamento da tireoide, como a falta ou o excesso de iodo, pode prejudicar o metabolismo, por exemplo.

Consulte um Nutricionista

É importante compreender que a perda de peso eficiente acontece ao passo que entendemos todos os sistemas do nosso organismo, e mais que isso, quando entendemos individualmente a genética de cada indivíduo e como seu metabolismo reage em diferentes estratégias alimentares. Busque orientação de um profissional!

Referência: 

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4642416/

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.