Suplementos para mulheres: Opções importantes para saúde e bem estar!

Suplementos para mulheres: Opções importantes para saúde e bem estar!

Conciliar diversas atividades ao dia é a tarefa de muitas mulheres, desde à maternidade, casamento, tarefas domésticas até à carreira. A correria diária acaba desgastando e aumentando as necessidades de nutrientes para manter a saúde da mulher. Aumentar a ingestão de vitaminas e minerais, por exemplo, por meio dos suplementos alimentares é uma opção prática e rápida, que pode ser aliada à alimentação equilibrada.

Pensando especialmente no público feminino que busca uma melhor qualidade de vida, destacamos algumas opções importantes de suplementos para mulheres que podem ser inclusos na rotina diária.

 

Cranberry

Uma fruta rica em proantocianidina, substância antioxidante que inibe a aderência das bactérias na mucosa da bexiga (principalmente da Escherichia coli), e assim, ajuda na prevenção e combate às infecções!

A infecção do trato urinário (ITU) pode ocorrer em casos de baixa imunidade ou até má higienização, é muito comum em mulheres, crianças e idosos. De forma geral, essa infecção é tratada com antibióticos, o que favorece o aumento da resistência bacteriana aos medicamentos. Estudos apontam que o uso de Cranberry pode evitar essa resistência.

O cranberry é encontrado no Brasil na forma desidratada, em sucos concentrados e em polpas congeladas. Atualmente, podemos encontra-la em cápsulas e pó solúvel em sachês.

 

Colágeno

O colágeno é uma proteína elástica que compõe as fibras de sustentação do corpo. Dentre as principais funções do colágeno, na pele, estão: aumento da hidratação, diminuição de microrrugas, prevenção de rugas e até prevenção de danos causados pelos raios UVB.

Nosso organismo produz o colágeno naturalmente, no entanto, por volta dos 25 anos de idade, ocorre uma diminuição e, para evitar os sinais negativos dessa redução, é importante aumentar o consumo de colágeno através de outras fontes.

O colágeno pode ser encontrado em alimentos, tais como: carnes (vermelha, de aves e peixes), clara de ovo, soja, ervilha e quinoa. Mas com a diminuição natural do organismo, as fontes alimentares podem não suprir as necessidades diárias, dessa forma, a suplementação pode ser aliada.

Disponível em pó ou em cápsulas, o colágeno pode ser encontrado em sua forma hidrolisada (peptídeos de colágeno) o que facilita sua absorção, principalmente quando aliado à vitamina C.

Prebióticos e probióticos

O uso de Prebióticos e probióticos são grades aliados no bom funcionamento intestinal. A constipação é uma reclamação frequente entre mulheres e pode ser causada por diversos fatores comuns nesse público, tais como, estresse, sedentarismo, maus hábitos alimentares, ingestão insuficiente de água e fibras, omissão da necessidade de evacuar, ou seja, não ir ao banheiro quando se tem vontade, uso excessivo de laxantes, analgésicos, antidepressivos, diuréticos e antiácidos, e gestação.

Prebióticos

Os prebióticos são componentes não digeríveis de alimentos vegetais. São fibras, e estas podem gerar mudanças na composição da microbiota intestinal. Essas fibras têm funções como:

  • Ajuda a manutenção da flora e microbiota intestinal;
  • Estimulam o trânsito intestinal;
  • Contribuem para a consistência das fezes;
  • Podem ajudar na redução de colesterol no sangue;
  • Servem como substrato energético para os probióticos.

Os principais exemplos de prebióticos são os frutoologosacarídeos (FOS), pectina, ligninas e inulina. Estão presentes em alimentos como: vegetais, aveia, lentilha, frutas com cascas e cereais integrais. Devido ao baixo consumo alimentar, os suplementos de prébioticos em pó ou cápsulas podem facilitar a ingestão.

Probióticos

Já os probióticos são microorganismos vivos que podem ser ingeridos em alimentos fortificados, suplementos em pó ou em cápsulas. Apresentam diversas funções benéficas, principalmente a melhora da função e integridade da mucosa intestinal, além de melhorar a absorção de nutrientes. Os microorganismos mais comuns usados como probióticos são: Lactobacillus, Bifidobac­terium, Enterococcus e Streptococcus.

O uso de probióticos vem sendo aliado à prevenção e tratamento de alergias, infecções urinárias e respiratórias, redução do colesterol, problemas gastrointestinais, dentre outros.

Ômega 3

Indispensável para o bom funcionamento dos  neurônios, além de promover a saúde cardiovascular, o ômega 3 é uma gordura essencial, ou seja, não é produzida no organismo e, assim,  deve ser ingerida na alimentação.

Dentre os benefícios do ômega 3, podemos destacar:

  • Melhora na concentração e memória;
  • Maior capacidade de aprender novas informações;
  • Diminuição do risco de desenvolvimento de doenças neurodegenerativas (como Alzheimer e Parkinson);
  • Diminuição da formação de coágulos no sangue, que poderiam levar a um infarto ou AVC.

As principais fontes naturais de ômega 3 são os peixes (como sardinha, arenque, atum e salmão), algas marinhas, nozes, sementes de linhaça e de chia. No entanto, o consumo desses alimentos não é hábito para muitos brasileiros, assim, o suplemento de ômega 3 em cápsulas pode ser utilizado para atingir as recomendações das necessidades diárias.

Óleo de prímula e borragem

Aliados na diminuição dos sintomas da TPM e menopausa, óleos de prímula e borragem são opções que podem ajudar as mulheres nesses temidos períodos.

O óleo de prímula e borragem são ricos em ácido gama-linolênico (GLA) e  ácidos graxos essenciais, incluindo os ômegas 3 e 6. Dentre seus benefícios relacionados à melhora da TPM e menopausa, estão:

  • Diminuição de inflamações;
  • Regulação hormonal do ciclo menstrual;
  • Minimizar os fogachos (sensação repentina de calor);
  • Diminuição das cólicas menstruais, por interferir nas prostaglandinas inflamatórias liberadas durante a menstruação.

Disponíveis na forma de suplementos, o óleo de borragem e prímula em cápsulas pode ser aliado para contribuir com o bem estar da mulher.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.