Você cuida da sua saúde digestiva?

Você cuida da sua saúde digestiva?

Devido a sua complexidade, o sistema digestivo exerce diversas funções importantes para saúde e merece uma atenção especial, pois diversos fatores relacionados a alguns hábitos adquiridos ao longo da vida podem prejudicar e causar doenças. Entenda melhor essa relação e confira dicas para melhorar a digestão e cuidar da sua saúde intestinal.

Quais são as principais funções do sistema digestivo? 

O aparelho digestivo, bastante complexo, é composto pelos órgãos: boca, faringe, esôfago, estômago, fígado, pâncreas, intestino delgado, intestino grosso, reto e ânus. Podemos citar também, os órgãos anexos: glândulas salivares, dentes, língua, pâncreas, fígado e vesícula biliar. 

Sistema de extrema importância, atua em funções primordiais para sobrevivência e saúde, confira alguns deles:

  • Absorção de nutrientes
  • Desintoxicação do organismo
  • Produção de hormônios e neurotransmissores
  • Função imunológica

Doenças relacionadas ao sistema digestório

Podemos destacar algumas doenças do sistema digestório, que são muito comuns, como gastrite, refluxo e apendicite.

Gastrite 

Inflamação na mucosa do estômago, esôfago ou duodeno, causando dor, queimação e até sangue nas fezes. 

Pode ser causada pela bactéria H.pylori, consumo de alimentos inflamatórios, tabagismo e também estresse.

Refluxo 

Causada pelo retorno do suco gástrico para o esôfago e inclui sintomas como dor no tórax, tosse seca e azia, principalmente ao deitar. 

Má alimentação, sobrepeso e obesidade, além do sedentarismo, causam e pioram o quadro.

Apendicite 

Inflamação do apêndice, gerando dor principalmente do lado direito do abdômen. 

Causada geralmente pela obstrução do apêndice pelas partículas de gorduras ou fezes, gerando inflamação e até a morte.

Quais as causas da má digestão?

É importante saber que a má digestão pode começar pela boca, pelo processo falho de mastigação e pelo grande volume de alimento consumido (excesso de liberação de ácido pelo estômago), mas, também pode acontecer por:

  • Baixa concentração de enzimas digestivas
  • Tabagismo e excesso de bebida alcoólica
  • Ingestão de líquidos durante a refeição
  • Longos períodos em jejum
  • Estresse e excesso de cafeína
  • Deitar logo após se alimentar
  • Alimentos gordurosos e condimentados

Quais os sintomas da má digestão?

Os sintomas mais comuns da má digestão, são:

  • Flatulência (gases)
  • Azia e queimação com frequência
  • Arrotos espontâneos e pós refeição
  • Enjoos e vômitos
  • Sensação de inchaço e peso no estômago
  • Dor no tórax, parecido com infarto

Além da baixa absorção de nutrientes, impactando negativamente no sistema imunológico e nervoso, humor, sono e etc.

O que é bom para a digestão?

O primeiro passo para uma boa digestão é se atentar à MASTIGAÇÃO. Quanto mais devagar, maior será a quebra dos alimentos e mais fácil será o processo digestivo. 

Evite o consumo de bebidas durante as refeições, isso atrapalha a liberação de enzimas e prejudica a digestão.

As enzimas, por sua vez, são substâncias responsáveis pela quebra das grandes moléculas dos alimentos em moléculas menores, facilitando sua absorção pelo intestino. Também permite que os micronutrientes, como as vitaminas e os minerais estejam livres e disponíveis para serem absorvidos, desempenhando seu papel no organismo.

Existem opções de enzimas digestivas em sachês. São ótimas opções para consumo antes ou após as refeições para auxiliar na quebra dos alimentos e consequentemente, na melhora do processo digestivo e absorção dos nutrientes.

Aposte no consumo de mamão e/ou abacaxi, antes ou após a refeição, porque são frutas fonte de papaína e bromelina – enzimas digestivas.

Outra dica é fazer pequenas refeições e com pouco volume, mais vezes ao dia. Isso melhora e facilita a digestão, evita sobrecarga. 

Alguns chás têm caráter digestivo e podem auxiliar neste processo também, exemplo: chá de hortelã, alecrim, erva doce e cidreira.

Cuidar do intestino é primordial

Lembre-se que algumas enzimas são produzidas neste órgão, principalmente a lactase, responsável pela digestão de leite e derivados. 

Aposte em probióticos e prebióticos. Exemplos: probióticos em sachês ou através de iogurtes, Kefir e Kombuchá e os prebióticos através de cereais integrais, grãos diversos, frutas e legumes.Referências: http://bvsms.saude.gov.br/ultimas-noticias/3198-29-5-dia-mundial-da-saude-digestiva

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.